MQs = Ouro Grosso

A partir da portaria do Núcleo Ouro Grosso, depois dos devidos registros e pagamento de ingresso, segue-se por uma trilha de aproximadamente 20 min., cortada pelo córrego Ouro Grosso. No trecho integral da caverna existem 12 cachoeiras, no entanto, na área de visitação normal, são cinco as que o turista pode visitar, sendo todo o percurso da caverna feito por água.

A Caverna Ouro Grosso é considerada uma das mais radicais da região. Em muitos lugares o acesso é dificultado por garrafões (pequenas aberturas) e trechos acidentados. A caverna é uma aventura única, cheia de adrenalina, e no final vale um banho de cachoeira mais que merecido!

Visitar as cavernas do PETAR tem seus regulamentos rígidos, então, não vá imaginando que basta pagar um ingresso e pronto.  O PETAR, dentro do Plano Emergencial de visitação, tem algumas restrições que devem ser respeitadas, até que os Planos de Manejo Espeleológicos estejam finalizados.

As visitações na Caverna Ouro Grosso só podem ser feitas por grupos compostos de no máximo 8 visitantes, mais um monitor (9 no total); As saídas para visitação só podem ocorrer no período entre 8h às 16h, de terça a domingo (exceto feriados na segunda); O intervalo de saída para a caverna, entre um grupo e outro, será de 30 minutos, com o ponto inicial marcado no Posto de Controle do Núcleo Ouro Grosso:

Por uma questão aritmética, a quantidade máxima permitida num dia de visita nesta caverna é de 136 visitantes apenas. Cada integrante do grupo deve possuir uma lanterna alimentada por baterias elétricas ou similares; É proibido o uso de carbureteiras para qualquer pessoa, mesmo monitores. 

O visitante deverá utilizar calçado adequado, calça comprida e camiseta com manga curta ou longa, que proteja os ombros.

A caverna é  formada por uma seqüência de cachoeiras, sendo que algumas têm a necessidade de serem vencidas com a ajuda de cordas. A caverna possui vários poços com águas profundas,  que exige do visitante alguma intimidade com água em movimento. 

Caminhada externa: Fácil / 20 min – Caminhada interna: Difícil / 2 h. saiba mais

 

MOTOTURISMO EM QUADRINHOS?

VOCÊ SÓ VÊ AQUI. 

 

 

NOVAS AVENTURAS 

A SAGA COMPLETA DO PETAR ESTÁ AQUI

       

      

 

 


CRÉDITOS


Fotos e Edição: Marcos Duarte

 

conheçam também:

VIDEOS YOUTUBE

FOTOS DO FLICKR

FOTOS 360º

SAIBA MAIS SOBRE CAVERNAS DO PETAR

 

 

Deixe um comentário

comentários

Jornalista, advogado e editor do Portal D Moto, já foi colaborador da Revista Moto Adventure e do Portal Damas Aladas, trazendo imagens e textos dos mais diversos segmentos do motociclismo, já que pilota há mais 44 anos.

Deixe um comentário