Piedade: Trilhas e cachoeiras

Nada melhor que um bate e volta num final de semana, principalmente se for com a nossa fiel companheira de duas rodas. Vamos lá? 

Com o final de ano chegando virão as festas daqui, os compromissos dali, e vão se reduzindo as oportunidades de grandes viagens de moto para outros estados ou países vizinhos, restando as viagens mais curtas, que fazemos num único dia (bate e volta).  

custom

Algumas vezes dá até para encaramos com o maior prazer um “bate e fica”, para retornarmos da viagem só no dia seguinte. Parece pouco, mas essas miniaventuras rejuvenescem muito um motociclista de carteirinha. O jeito é “carregar” a moto e curtir os prazeres das estradas, sem nos preocuparmos com mais nada que não seja o vento no rosto.

 

Aqui bem próximo de São Paulo são infinitas as possibilidades desses passeios, sejam eles em grupos de amigos ou familiares, ou com as amizades que vamos fazendo nas estradas, em cada nova aventura.  

Piedade/SP

Piedade é uma dessas cidades satélites da capital, favorecida por muitos encantos naturais, já que se encontra entre montanhas, no flanco interior da Serra do Mar, em área de preservação ecológica. A altitude da cidade varia entre 750 a 1227m. Nas partes de vegetação primitiva é coberta pela mata Atlântica e por vários pequenos rios, afluentes da bacia do Tietê, Paranapanema e Ribeira. 

florada da cerejeira

Como seu clima predominante é frio e úmido, a cidade recebeu muitos imigrantes europeus da região da Alemanha, além de vasta colônia oriental, com grande representação da Japonesa, que cultivam a alcachofra, o morango, o caqui e outras. São esses últimos que promovem a festa da florada da Cerejeira, que acontece sempre entre os meses de junho e julho.  

Piedade

A cidade está localizada nos altos da Serra de Paranapiacaba, a uma hora de São Paulo e é sempre uma ótima opção para o mototurista, São Várias as opções de percursos, todas com a mesma média de 100km. Pela Castelo Branco vá até a cidade de Sorocaba e de lá siga em direção de Votorantim e logo chegará em Piedade. Há um trecho de cerca de 6 km em péssimas condições.  

Piedade

Você pode ir também pela Rodovia Raposo Tavares até a cidade de Vargem Grande Paulista. De lá siga pela SP 250 e pronto. Chegou. Para os turistas, além do clima de montanha outro chamativo é o encontro com a natureza, belas cachoeiras, represas e trechos de Mata Atlântica, além de muitos sítios de recreio e pesqueiros. 

 

cachoeira

A cachoeira da Fumaça está no Parque do Jurupará, a cerca de 20 km do centro da cidade, em plena Mata Atlântica. Rende boa diversão. Existem muitas outras cachoeiras na periferia da cidade, cada uma mais bonita que a outra. O mirante do Cruzeiro fica quase no centro da cidade e garante uma vista magnífica de parte da cidade. 

 

represa Itupararanga

Ao lado da represa de Itupararanga existem algumas marinas e clubes recreativos. Uma boa pedida se você desejar curtir um passeio de lancha, caiaque ou jet sky, ou ainda petiscar guloseimas com uma vista fantástica. Converse nas marinas para ver como funcionam esses passeios para quem não tem embarcação própria. 

Como curiosidade a pista sobre a represa, que é bem antiga e com formação em arcos lineares, só permite a passagem de um automóvel de cada vez e tem o piso em terra. 

Caminho das Águas

É ainda entre a represa ao centro que vamos encontrar uma estradinha de terra de exatos 4km que nos levará à um dos mais encantadores recantos gastronômicos do Estado de São Paulo: o Caminho das Águas. É uma fazenda onde se cria, dá cursos e serve o delicioso camarão da Malásia, em pratos requintadíssimos, além de massas artesanais. 

 

Piedade

Piedade também chama a atenção pelas quantidades de trilhas que fazem a festa dos ciclistas e motociclistas de plantão. E não é para menos que importantes eventos esportivos de mountain bike do país, passam por suas estradas de terra, trilhas naturais, propriedades particulares e estradas pavimentadas. 

 

 

E então, vamos nessa?

Saiba mais sobre: PIEDADE 

Fotos e Texto: Marcos Duarte

Mais fotos: CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

comentários

Jornalista, advogado e editor do Portal D Moto, já foi colaborador da Revista Moto Adventure e do Portal Damas Aladas, trazendo imagens e textos dos mais diversos segmentos do motociclismo, já que pilota há mais 44 anos.

Deixe um comentário