Motocando no Mundo Animal:

A história do Rancho dos Gnomos, na grande São Paulo, que precisa de nossa ajuda.

 

Animal também é gente? Se entendermos que os animais sentem, andam, procriam, respeitam a natureza, além de preservar o meio ambiente e ajudar os homens a se manterem vivos no planeta, a denominação “gente” pode ser pejorativa…. para eles. 

O Portal D Moto engajou de corpo e alma nessa campanha e, juntamente com os presidentes e alguns integrantes dos “Motociclistas Solidários de Cabreúva”, e do “Vazamento MC”, de Itu, esteve presente na sede do Rancho conversando com seus fundadores Marcos e Sílvia, dando incondicional apoio à causa. Na oportunidade, alguns de nossos “bichos metálicos”, de motores possantes, urraram ao redor do Santuário, mostrando à quem quisesse ouvir que nada deteria essa marcha nobre que o motociclismo consciente proclamava. 

A maioria do nosso comboio era composta por motos custom: Uma HD Electra, uma Boulevard 1500 e outra 800, uma Drag Star 650, uma Intruder 125 e uma customizadíssima HD. As motos seguiram até Cotia numa boa, e só encontraram dificuldades para entrar no Rancho, já que era em terra com muitas valetas e aclive acentuado. As outras duas motos do nosso comboio tiraram essa dificuldade de letra: Uma V Strom 650 e a nossa Trasnsalp 700. 

Num mundo onde o animal, irracional para nós, é utilizado como objeto de compra e venda; como maquinaria agrícola e de transporte; ou ainda como alimento, divertimento e tiro ao alvo, a assertiva acima nos deixa com muitas dúvidas. Se os humanos usassem desses seres, que só contribuem para a sustentabilidade do meio ambiente, com o respeito devido, com certeza não precisaríamos de uma entidade como a Associação Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos (ASERG), que se desdobra para equacionar esse terrível problema. 

“O Planeta dos Macacos = A Origem” filme – foto oficial

No filme Planeta dos Macacos: A origem, lançado em agosto de 2011, “César”, chipanzé mais evoluído que os outros, nos lembra dos maus tratos sofridos por seus “donos” e proclama o significativo “NÃO”, palavra no imperativo que gerou a revolta e a trama de toda a série. Se a ficção nos concita à reflexão, o Rancho dos Gnomos, comandado pelo casal Sílvia e Marcos Pompeu, trata do caso bem de perto, muito de perto mesmo. O Santuário é uma associação civil sem fins lucrativos e atua desde 1991 na cidade de Cotia, na grande São Paulo. Enquanto nenhum chipanzé “César” diga seu “NÃO”, caberá à nos dizermos SIM para essa campanha, que está para findar-se em 06/07/2015.

Constituída como ONG em 2000, tem como objetivo dar suporte aos órgãos oficiais 24hs por dia, acolhendo toda e qualquer espécie animal em situação de risco e vítimas de crime ambiental (circo, rodeio, rinha, desmatamento, queimada, tráfico, ritual, indústria da pele, abatedouro e abandono).

Poucos sabem que o Santuário abriga mais de 300 animais, tendo com eles obrigações de adequar recintos, promover alimentação e medicação, sem contar com os tratamentos veterinários complexos como amputações, cirurgias, etc, acrescido de uma bem equacionada “terapêutica psicológica” para todos eles.

Rancho dos Gnomos

Como a ASERG não é uma ong política, nem gera votos, não recebe qualquer ajuda estatal ou governamental, ainda que todo seu trabalho seja dirigido ao público em geral, o que implica numa busca contínua por colaboradores e parceiros para essa empreitada. 

Quando qualquer um de nós sabe de notícias de um circo que maltrata e fere animais, de uma rinha que vitimiza aves, ou coisas do gênero, logo pensamos no resgate e confisco imediato desses seres. Mas, para onde encaminha-los depois? A ASSERG muitas vezes é escolhida e sossegamos os ânimos. 

Mas é a partir daí o grande martírio de seus administradores. Como as regras da Justiça são cegas e lentas, vivem eles tendo que “dar contas” do trabalho realizado; de garantir o bem estar do animal, ainda que sem nenhuma verba; e as vezes recebendo ações judiciais, já que os antigos “proprietários” desses animais querem reavê-los a todo custo.

E tem mais: A sede do Rancho dos Gnomos, que antigamente ficava na periferia de Cotia, hoje se vê rodeada de habitações de todos os gêneros, colocando em risco não só os animais recolhidos, como a população ao redor, principalmente pela curiosidade das crianças, que por vezes adentrarem a área restrita de forma camuflada. 

A instituição, que ocupa uma área aproximada de um alqueire e meio (33.780m2) é ínfima para a proposta que cada vez mais se avulta. Se no início a propriedade do casal Marcos e Sílvia era só para tratar de algumas cabras e animais domésticos, hoje abriga leões, tigres onças e muitos outros animais selvagens. 

Rancho dos Gnomos – cercada pela cidade – foto: Google Earth

Com o santuário ilhado na periferia da cidade, os administradores se viram compelidos a mudarem-se para um lugar maior e mais seguro, e escolheram uma área ideal na cidade de Gonçalves, em Minas Gerais. Para concluir esse intento a organização está movendo uma gigantesca campanha para arrecadação de fundos, onde todos podemos colaborar. Não se trata apenas de vender o sitio de Cotia e comprar outro lá, mas de uma transição demorada e complexa, onde, por algum tempo, ambos os santuários viverão em harmonia simultânea.

O valor da propriedade rural em Minas e o custo das instalações necessárias, principalmente no que tange a segurança, com cercas resistentes, provimento de água, recintos especiais, alojamentos de pessoas e animais não é barato, e a instituição precisa de nossa colaboração. Vários artistas consagrados já ingressaram nessa campanha, mas caberá à todos nós, com nosso quinhão de amor e dedicação, o êxito total do empedrenimento. Será uma honra para nós, mais que vermos nossos nomes grafados na porta do Novo Santuário, o senso do dever cumprido e o conforto dos nossos irmãozinhos irracionais. 

Animais em convalescença – foto oficial do Rancho

A “procissão” que levará os animais de São Paulo à Minas Gerais será, com certeza, um evento que nos trará muita satisfação, sabendo que continuarão a ter a dignidade que seus “donos” não tiveram para com eles, desprezando ou maltratando-os. 

Toda a campanha de doação de valores para esse projeto pode ser analisado no site KICKANTE. Independente da campanha, cada interessado pode procurar o local pessoalmente para fazer sua contribuição, ainda que não  possa visitar os animais.

Como assim???  Isso mesmo. O Rancho dos Gnomos é um local de refazimento de animais muitas vezes em péssimas condições de saúde, e as visitas só são permitidas em ocasiões especiais, exatamente como ocorre na UTI de um hospital qualquer. Não se trata de um zoológico ou coisa do gênero, mas uma espécie de “asilo” aos que já foram explorados ao máximo. “Não somos abertos ao público. Por se tratar de Mantenedouro da Fauna Exótica e Criadouro Conservacionista da Fauna Silvestre, o Rancho dos Gnomos tem que seguir uma série de regras do IBAMA, sendo que uma delas é a não permissividade para visitas, como se um zoológico fosse, nos termos da Portaria n.º 108/94”. 

Lanche Vegano no Rancho dos Gnomos

Missão cumprida, fomos surpreendidos pelos proprietários do local com um delicioso lanche da tarde, forrado de muitos bolos, pasteis, esfihas e sucos diversos, com a diferença que, em nenhuma hipótese, foi utilizada matéria prima de origem animal (leite, ovos, carnes, etc). Depois de nos fartarmos com tantas guloseimas, e com o carinho recebido, despedimos selando nosso compromisso com o bem estar de toda espécie animal, da qual também nós fazemos parte, queiramos ou não, e da qual todos nós precisamos, no reajuste de nosso planeta quase falido.

Pesquise mais sobre o Rancho dos Gnomos, ajude na Campanha, ou associe-se como colaborador mensal, participando de seus projetos educacionais. Dessa forma você estará ajudando diretamente na manutenção dos animais acolhidos em sua sede, que precisam e clamam por nossa ajuda.

Leão Ravi: em tratamento no Rancho dos Gnomos

 

Acompanhe a entrevista exclusiva com o Casal Marcos e Sílvia 

 

E tem mais: Em breve o leitor do Portal D Moto estará acompanhando o maior auê que faremos na cidade de Gonçalves/MG, na futura sede do Santuário do Rancho dos Gnomos, preparando as boas vindas antecipadas aos membros do Santuário. 

 

Saiba mais

www.ranchodosgnomos.org.br

http://www.kickante.com.br/campanhas/santuario-animal

www.ranchodosgnomos.org.br

 

FGALERIA DE FOTOSE

 


 CRÉDITOS


 

Conheçam também:

YOUTUBE

FOTOS 360º

TODAS AS FOTOS DO PORTAL

 

Agradecimentos especiais

Marcos e Silvia Pompeu – administradores do Rancho dos Gnomos

“Alemão” – presidente do Vazamento MC e seus integrantes

“Goela” – presidente dos Motociclistas Solidários de Cabreúva e seus integrantes

 

 

Deixe um comentário

comentários

Jornalista, advogado e editor do Portal D Moto, já foi colaborador da Revista Moto Adventure e do Portal Damas Aladas, trazendo imagens e textos dos mais diversos segmentos do motociclismo, já que pilota há mais 44 anos.

4 Comments

  1. Adams Salviano disse:

    Excelente trabalho, meus parabéns.

  2. Carlos Mode Leõsto disse:

    Marcos, excelente matéria, eu minha esposa, gostamos tanto de animais, que montamos nosso moto casal Patas do Asfalto, minha esposa é bióloga e minha filha estudante de veterinária, moro em Vargem Grande Paulista, em São Roque temos o MC Leões do Asfalto, cujo presidente é o Jo Leão, deixo aqui uma ideia, vamos organizar uma festa de moto clubes, para levantar fundos para o Rancho dos Gnomos, na região da grande São Paulo e interior, temos muitos moto clubes e com certeza seria um sucesso esse evento, vamos mostrar a força que temos em prol de nossos pequenos irmãozinhos indefesos. Grande abraço.

    • Marcos Duarte disse:

      Ideia aprovada Carlos. Vargem Grande pode ser o ponto de encontro desse evento. Conhece algum espaço o mais no centro da cidade possível para esse encontro? assim poderemos ter a adesão de mais pessoas, além dos motociclistas – se possível entre em contato conosco o mais breve possível e informe seu telefone para contato – contato-pdm@portaldmoto.com.br – obrigado pela atenção

Deixe um comentário