ITU = Colégio do Patrocínio

Dois nomes se destacam tanto no cenário nacional como no mundo todo, quando o assunto é a Igreja e o Colégio N. S. do Patrocínio, em Itu, são eles: Pe. Jesuíno do Monte Carmelo, artista, engenheiro, poeta, escritor, compositor, músico, pintor, pedreiro, etc,  que o criou; e Madre Teodora de Voiron, que deu vida e alma ao Colégio e Igreja.

_____________________________________________________________________________________________ 

A IGREJA

_____________________________________________________________________________________________  

Desenho da Igreja

A Igreja foi construída por iniciativa da congregação dos Padres do Patrocínio e coube todo projeto e construção, inclusive a de pedreiro, arquiteto, encanador, pintor, escultor, compositor, músico, poeta, etc., ao Pe. Jesuíno do Monte Carmelo, e é considerada a melhor obra do artista. Foi iniciada em 1805 e inaugurada em 1820/21 com a colaboração de seus filhos que já eram padres. É difícil avaliar qual parte é mais bela na construção. 

Várias pinturas gigantes adornam os corredores laterais da Igreja e são pontos de visita obrigatória. No entanto os entalhes, a estrutura do coro ou as pinturas do teto não podem ser ignoradas.   

igreja do Patrocínio

São fundadores dessa igreja nada menos que o Pe. Diogo Antônio Feijó, ministro da justiça e regente do Império e Jesuíno do Monte Carmelo, uma das figuras mais importantes da arte brasileira. O diferencial dessa igreja e congregação de padres é que eles, desde aqueles tempos, já preconizaram a abolição da escravidão e a proclamação da República. Jesuíno era de suma importância, pela ascendência africana.  

praça

Um pouco mais sobre a descendência do Pe. Jesuíno, que o impediu de ser membro da Ordem Terceira do Carmo, na qual sempre sonhou pertencer e na qual trabalhou sua vida toda, pode ser vista na matéria sobre o Seminário do Carmo. Infelizmente o Pe. Jesuíno não pode ver a inauguração dessa, pois faleceu pouco tempo antes, em 01 de abril de 1919.

 

pátio do colégio

Como reconhecimento por todo o trabalho empenhado pelo referido padre, mulato de Santos que encantou a todos com sua arte original e sincera, foi enterrado na Igreja junto a outros membros da Congregação dos Padres do Patrocínio, da qual foi um de seus fundadores.    

_____________________________________________________________________________________________ 

O COLÉGIO

_____________________________________________________________________________________________  

colégio

O Colégio do Patrocínio só veio ser anexado a Igreja em 1859, fundado e dirigido pelas Irmãs de São José, que vieram da França especialmente para esse fim. Foi o primeiro colégio religioso dedicado à educação feminina do estado e atendia também as filhas de escravas. Nessa época não haviam internatos para a educação das meninas.

 

patio interno

A princípio suas instalações e escola foram dedicados à pobreza; depois, pouco a pouco veio a ser um dos Colégios particulares com maior interesse das grandes famílias do Brasil, estudando nele pensionistas de famílias abastadas e influentes, com ou sem interesse no prosseguimento da vida religiosa. A educação era primorosa e exigente.

 

colégio do Patrocínio

Pouco antes da inauguração o bispo, D. Antonio Joaquim de Melo, mandou buscar na França algumas irmãs para assumirem o empreendimento do colégio. Sete freiras da Irmandade de São José vieram na primeira viagem. Cabia à Irmã Maria Basília o cargo de “superiora”, por ser ela a mais experiente do grupo.  

 

navio dos anos 1860

As viagens da França para o Brasil naquele tempo eram feitas em navios veleiros e duravam cerca de 40 dias. Madre Basília sucumbiu dois dias antes da chegada em Cabo Frio, vítima de gripe. Seus despojos, como era de costume, foram lançados ao mar.

 

_____________________________________________________________________________________________ 

MADRE TEODORA

_____________________________________________________________________________________________  

madre Teodora

Para substituir a Irmã Basília, falecida no trágico acontecimento, Irmandade de Chambéry envia Luísa Josefina, com 23 anos de idade, graduada na Irmandade de São José como Madre Maria Teodora, que atuou como superiora, em Itu, por mais de 60 anos. 

Sua primeira provação foi não ter causado boa impressão no bispo, por causa de sua aparência tão jovem. Só depois de quatro meses de trabalho se viu confirmada no cargo de Superiora. Com o passar do tempo trouxe sua irmã, como freira, e seu irmão, como padre. 

 

fachada

Madre Teodora também ocupou o cargo de Superiora provincial que, traduzindo, seria a madre responsável por todo o estado de São Paulo. Só consegui devolver esse cargo aos 86 anos de idade, já sem se locomover, por causa de uma fratura no fêmur. 

 

madre Teodora

Como na chegada das irmãs em Itu, as obras do Colégio ainda não estavam concluídas, ficaram alojadas na Santa Casa, na qual foram as primeiras enfermeiras. Nesse ponto as instituições hospitalares, na época, sempre usavam as irmãs com tais funções. 

Madre Teodora faleceu em 1925. Seus restos mortais, outrora em túmulo singelo no pequeno cemitério do Colégio, hoje estão em cripta especial, dentro da Igreja do Patrocínio, já que é considerada “Venerável” pela igreja católica. 

 

sepultura Madre Teodora

 

Seu processo de beatificação está em fase adiantada no Vaticano e Itu, com isso, recebe inúmeros devotos de todas as regiões, e até do exterior, para visitar sua sepultura e pedir graças. 

_____________________________________________________________________________________________ 

VAI VISITAR?

_____________________________________________________________________________________________   

mangueira

 

Então consulte os horários. Se tiver sorte poderá visitar a parte interna do Colégio, alguns dormitórios (inclusive o de Madre Teodora), a imensa mangueira do pátio central (ainda produtiva), o cemitério e a obra mater, a Igreja. 

 

Altar Mor

O Colégio, que ocupava extensa área no centro de Itu, estendendo-se por vários quarteirões, hoje usa apenas uma parte dessa estrutura, já que foi cedido a maior parte de suas instalações à um centro Universitário.

 

 

Praça Regente Feijó (do Patrocínio)

As imensas áreas ao redor da cidade, que outrora pertenciam às Irmãs de São José, também foram vendidas há muito tempo, tendo nelas sido instalado o primeiro condomínio residencial do Brasil, por homenagem chamado de “Terras de São José”, com nada menos que 175 alqueires (4,2 milhões de m2). Hoje são vários os Condomínios do empreendimento.

 

 

 Praça Regente Feijó, 172 – Centro – Itu/SP – Tel.: 11 4013 7040

 _____________________________________________________________________________________________ 

 CRÉDITOS

 _____________________________________________________________________________________________ 

Texto, pesquisa e imagens: Marcos Duarte

Mais fotos: CLIQUE AQUI

curta nosso YOUTUBE

Agradecimentos especiais à Direção do Colégio do Patrocínio pela autorização de colher fotos em seu interior para esta matéria e da permissão de uso de imagens históricas.

 

bibliografia

MADRE TEODORA

SANTOS DO BRASIL 

COLÉGIO 150 ANOS

HISTÓRIA DE ITU

SIPEB

IGREJA

CRONOLOGIA HISTÓRICA

 ________________________________________________________________________________________________

MATÉRIAS RELACIONADAS

________________________________________________________________________________________________

         

         

 

Deixe um comentário

comentários

Jornalista, advogado e editor do Portal D Moto, já foi colaborador da Revista Moto Adventure e do Portal Damas Aladas, trazendo imagens e textos dos mais diversos segmentos do motociclismo, já que pilota há mais 44 anos.

2 Comments

  1. Marcelino Felix disse:

    Olá Marcos!

    Boa noite! Preciso da sua ajuda.

    Em seu artigo você aborda o histórico da Igreja Nossa Senhora do Patrocínio. Em 1859 o colégio nossa senhora do patrocínio foi anexado a igreja, Tenho uma dúvida: em Itu havia a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Ela também teve um colégio anexado a igreja?
    Estou pesquisando sobre uma personalidade de Itu chamada Arlindo Veiga dos Santos. Segundo as fontes ele teria estudado no Colégio Nossa Senhora do Carmo. Preciso checar a informação.

    Atenciosamente,

    Marcelino Felix

    • Marcos Duarte disse:

      Boa noite Marcelino. Obrigado por acompanhar nosso trabalho, que se preocupa em também levar ao leitor informações preciosas sobre a história de cada localidade por nós visitada, evidentemente sem o caráter educacional desejável, mas com conteúdo suficiente para despertar o interesse pelos nossos patrimônios inestimáveis. No caso da Igreja, Convento e Seminário do Carmo, na cidade de Itu, pesquisamos na USP e em outros sites especializados e acabamos acrescentando todas essas bibliografias na seguinte matéria : http://portaldmoto.com.br/itu-de-tantas-grandezas/ – além da matéria específica sobre a Igreja do Carmo, que pode ser conferida nesse link mesmo. Esperamos, com isso, que tenhamos ajudado e aguardamos o resultado de suas pesquisas. PS. O Seminário do Carmo ainda funciona no local.

Deixe um comentário